Jogadores Eternos – Carlos Nasser

Jogadores Eternos – Carlos Nasser

Jogadores Eternos – Carlos Nasser

Sob Consulta

Categoria:
0000

Segundo o ditado popular, futebol, política e religião não se discutem. A regra certamente não se aplica ao Brasil, onde o futebol desperta paixões e nunca para de gerar polêmica. Somos 200 milhões de fanáticos e nos orgulhamos disso. Praticado, na civilização moderna, desde o século XIX, foi nos anos 50 do século XX que o futebol inaugurou uma era histórica: a Era Pelé. Desde que despontou como artilheiro da Copa do Mundo de 1958, na Suécia, até o milésimo gol, marcado em 1969 e dedicado às crianças brasileiras, esse mineiro de Três Corações sempre ocupou uma categoria à parte na constelação de estrelas do esporte mundial. Pelé é uma das poucas personalidades que despertam unanimidade de opinião. Rei do Futebol, Atleta do Século, o maior jogador de todos os tempos. Este livro é sobre ele. Em entrevistas francas e intimistas, jogadores, técnicos e jornalistas depõem sobre as mais brilhantes décadas na história do futebol mundial. Alguns dos entrevistados tiveram o privilégio de competir ao lado do ídolo, e contam sobre as jogadas ensaiadas, a convivência em campo, o exemplo de profissionalismo e seriedade. Outros enfrentaram o Rei em partidas memoráveis e mesmo os dribles mais humilhantes ficaram em sua memória, pela perfeição técnica e pela beleza da coreografia. “Jogadores Eternos” é uma coletânea deliciosa reunida pelo jornalista Carlos Nasser durante uma vida inteira como cronista e, claro, como amante do futebol. Grandes nomes da bola e do jornalismo falam, com franqueza e nostalgia, sobre a genialidade de Pelé, além de compartilhar com o leitor histórias incríveis de épocas inigualáveis. Cada uma dessas personalidades tem o seu escrete de ídolos, seu dream team, e é com essa galeria de nomes brilhantes que presenteamos o leitor.

Segundo o ditado popular, futebol, política e religião não se discutem. A regra certamente não se aplica ao Brasil, onde o futebol desperta paixões e nunca para de gerar polêmica. Somos 200 milhões de fanáticos e nos orgulhamos disso. Praticado, na civilização moderna, desde o século XIX, foi nos anos 50 do século XX que o futebol inaugurou uma era histórica: a Era Pelé. Desde que despontou como artilheiro da Copa do Mundo de 1958, na Suécia, até o milésimo gol, marcado em 1969 e dedicado às crianças brasileiras, esse mineiro de Três Corações sempre ocupou uma categoria à parte na constelação de estrelas do esporte mundial. Pelé é uma das poucas personalidades que despertam unanimidade de opinião. Rei do Futebol, Atleta do Século, o maior jogador de todos os tempos. Este livro é sobre ele. Em entrevistas francas e intimistas, jogadores, técnicos e jornalistas depõem sobre as mais brilhantes décadas na história do futebol mundial. Alguns dos entrevistados tiveram o privilégio de competir ao lado do ídolo, e contam sobre as jogadas ensaiadas, a convivência em campo, o exemplo de profissionalismo e seriedade. Outros enfrentaram o Rei em partidas memoráveis e mesmo os dribles mais humilhantes ficaram em sua memória, pela perfeição técnica e pela beleza da coreografia. “Jogadores Eternos” é uma coletânea deliciosa reunida pelo jornalista Carlos Nasser durante uma vida inteira como cronista e, claro, como amante do futebol. Grandes nomes da bola e do jornalismo falam, com franqueza e nostalgia, sobre a genialidade de Pelé, além de compartilhar com o leitor histórias incríveis de épocas inigualáveis. Cada uma dessas personalidades tem o seu escrete de ídolos, seu dream team, e é com essa galeria de nomes brilhantes que presenteamos o leitor.